quinta-feira, 26 de abril de 2012

A missão que veio da dor ...


Não vou postar uma foto triste e sofrida de um animal multilado aqui.
Isso não ajudaria em nada,
e só traria mais sofrimento para quem vê.


É mais culpa do que amor as vezes.
Não que não exista amor, existe. E muito! Mas estou falando de necessidade ...

É esse meu sentimento por essas pequenas e grandes criaturas, que nada tem haver com nossas eternas maldades!
É como se inconscientemente me martirizasse pelos pecados do mundo, é como se a culpa fosse minha!
Vai ver que estamos realmente interligados. Quer dizer, todas as pessoas do mundo, interligadas.

Vai ver que o ato de um afeta o outro, que o bater das asas de um borboleta cria um furação do outro lado do mundo …


O fato é que tenho um remorso estranho. Sinto culpa e uma necessidade muito mais sofrida do que alegre em cuidar deles, mesmo que isso custe a minha vida.



Por que ? 

3 comentários:

  1. O amor verdadeiro não tem medida ou direção,ele simplesmente nasce cresce e vai de encontro ao outro.Beijo de cumplicidade e saudade, do amigo blogueiro de sempre.:-BYJOTAN.

    ResponderExcluir
  2. Amante dos animais, então, menina? É uma boa causa de vida, eles são verdadeiros exemplos de amor e amizade.
    Um grande abraço, @pequenatiss.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, as vezes desconfio que sou mais que amante, como fala no texto, desconfio que virei um mártir!

      Mas são mesmo não é? As vezes fico observando pessoas brincando com seus cachorros na praia, ou eles brincando entre si, fico realmente tocada. São de uma simplicidade e alegria, que me lembram crianças!
      Só que hoje em dia nossas crianças estão cada vez mais tristes ...

      Eles conseguem resgatar isso!

      Outro abraço, estou te seguindo do twitter! :D

      Excluir