quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Conto inútil


- Que tontura, onde estou ? -
Olho pela fresta da janela do meu quarto, ainda é dia. Ao menos não serei tomada por aquela depressão de acordar num fim de tarde, ou aquele desespero de acordar no meio da noite, descobrindo assim, que dormi o dia todo. Perdi o dia todo
- Que horas devem ser agora ? -
Rezo para que seja no máximo 15:00. Tenho que telefonar para um amigo, tenho que verificar se o namorado está online, preciso estudar … Minha nossa que tontura chata!
Me espreguiço, ouço um dos meus pés estalarem. Adoro isso! Aprendi com meu tio a acordar, se espreguiçar e estalar o pé. Abro os olhos novamente, e levanto a cabeça rapidamente. Num impulso, o corpo também se levanta e logo estou fora da cama. Olho tudo envolta, ligo o computador ainda zumbi, clicando no botão da cpu com o dedão do pé. Devo ser uma macaca, faço muitas coisas apenas com o pé.
Vou até o banheiro, que frio! Volto. Ninguém me viu, só a Holly no interesse de me seguir até o quarto, e dormir na minha cama quentinha. Cachorra esperta, não é a toa que somos do mesmo signo. E quem liga ?
Vegeto um pouco no computador. Meu namorado acordou meio maluco hoje, com mania de conspiração contra a internet. Não consigo acompanhar o que ele diz, estou muito sonolenta. Nada daquilo consegue me despertar interesse. Até o momento que percebo que ele está praticamente anulando todas as suas redes sociais. Fudeu: Lá se vão seus pedidos de desculpas, e lá se vão os poucos meios que tenho de ser mimada. Fazer o que. Acho que o destino quer fervorosamente que eu viva como solteira, apesar de estar namorando.
Vai ver que é castigo.
Não ligo, ainda estou com muito sono. Mas sei a falta que me fará.
Quem liga? Ele que não. Com certeza.


Até logo computador.
Hoje falei muito, e não disse nada. 


2 comentários:

  1. Tu se empolgou mesmo no blog em !!! rsrs

    SO passando !! xP

    Se cuida batata

    (Leandro )

    ResponderExcluir