quinta-feira, 19 de maio de 2011

Canção da noite à uma velha amiga


Sinto lhe dizer, mas você perdeu.
De tanto trabalhar você esqueceu.
Você diz que não quer mais saber!
Mas isso não cabe a você.
Se não precisa de nada, o que você faz aqui?

É a forma de você se defender.
Só pensa em atacar, nem sabe o porque!
Eu já senti a mesma dor ... E amaldiçoei o meu amor.
Mas quando eu fiquei sem nada, foi que eu percebi:

Eu preciso, você também. Todo mundo precisa de alguém ♪

(Não importa que você agrida. Eu não estou dizendo que não é merecido. Só estou dizendo que ainda te gosto.)

Eu sei muito bem a raiva que dá. A gente soca as paredes sem se importar. Mas o que nos faz quebrar a cara de novo e de novo sem jamais desistir?
Eu sei muito bem, a tristeza que dá! A gente compra, conta, finge, mas jamais quer ficar.
E olha pra quem nos quer, como quem não quer mais.
E tudo que a gente quer, é ser deixado em paz. Certo ?
A noite vem e tira lágrimas dos olhos, o brilho da voz.
Você se sente traída, tem razão.
De tanto gritar até a garganta sangrar, você fecha os ouvidos pra voz que não quer calar, e ela diz:

Eu preciso, você também, todo mundo precisa de alguém.

E a noite vem pra escurecer o meu ar, e emudecer as palavras que eu queria tanto te falar.
Trás com o vento as canções, as suas velhas canções.
Milhões de versos sem refrões, nenhuma delas feliz.
Até que um dia eu fiz, e finalmente ela diz:

Eu preciso, você também. Todo mundo precisa de alguém.


Eu sempre pensei em enviar isso em alguma briga de casal.
Mas caiu muito melhor à ela.
Gosto muito mais dela.


3 comentários:

  1. "Cada minuto que passa é uma chance de mudar tudo"

    ResponderExcluir
  2. Fresno *-* nada como ouvir uma canção do Fresno ♥

    ResponderExcluir
  3. Sim Rapha (:

    OKASKOASOK éé Fresno ligeiramente modificado *-*"
    Adoro ♥

    ResponderExcluir