quinta-feira, 14 de abril de 2011

Desabafo sobre uma vida sexual caótica

(Eu escrevi esse post a um tempo atrás, eu estava muito pior do que agora. Fiz uns ajustes e estou postando)

Quando eu tinha 13 anos, arrumei um namorado. Meu namoro mais duradouro, e o mais horrível talvez.
Na maioria das vezes, eu consigo passar sem pensar em tudo do que já passei.
Se hoje eu sou cruel devo isso a ele.
Se hoje eu não consigo confiar em mais ninguém, nem em quem MERECE, eu devo isso a ele.
As vezes, pra alguns caras me verem como uma garota séria, eu tenho que dizer "já namorei 3 anos"



Por que o tempo significa tanta coisa, assim, para as pessoas? Não significa que porque namorei 3 anos eu tenha tirado algo bom disso, e não significa que e seja séria ou não, só porque namorei 3 anos.
Hoje devem fazer uns 4 anos que terminei meu namoro com o Felippe. Quando eu escrevi isso, devia fazer uns 2 ou 3 anos que eu consegui terminar com ele. Eu estava "feliz", namorava outro, mas logo começaram a surgir minhas crises de insegurança que já são marcas do meu relacionamento passado. Eu pensava que tinha superado, que era uma pessoa normal e estava tudo bem, mas quando eu comecei a pensar que estava sendo enganada, de forma doentia, olhei pra dentro e logo pensei como a música:
"Tudo esta tão igual assim como eu deixei. Nem parece que se passaram 2 anos..."
Eu não conseguia e talvez até hoje não consiga muito bem, confiar nos meus namorados. Mesmo sem eles me darem motivos. Na verdade, hoje em dia as coisas só pioraram, pois eu não confio em mais ninguém. Qualquer coisa é motivo para eu me fechar e desconfiar do mundo.

E além disso, eu sempre fiquei remoendo o quanto ele era cara de pau, manipulador, cínico e mentiroso. Eu descobria as coisas que ele aprontava e ele desmentia na minha cara, fazia drama, chorava, embaralhava tudo na minha cabeça. No fim das contas era EU que tinha que pedir desculpas, com o se EU fosse o monstro da história.
Você vai dizer: "eu não fiz por mal ... Eu não quis te magoar ... "
E eu vou dizer, que seria ideal fugir te abandonar pra sempre, pra sempre ... ♪


Seria ideal abandona-lo, tentei muitas vezes, mas nunca conseguia. Ele era muito bom manipulador. Então eu ficava apenas sonhando com o dia que eu seria forte e conseguiria acabar com aquele relacionamento louco, que só nos destruía.

Hoje eu digo que não, digo que não guardo rancor. Mas eu guardo sim. Talvez ele nem saiba, mas tudo que eu mais queria, é que ele olhasse nos meus olhos, assumisse tudo que fez e pedisse perdão. Eu nunca vou conseguir viver em paz enquanto ele não for verdadeiro comigo, é uma corrente amaldiçoada que me prente a esse passado horrível, que eu mesma ajudei criar, com a minha covardia e insegurança de nunca conseguir terminar o relacionamento!

Em cada dia da sua vida você vai CHORAR!
Lágrimas sofridas que não vão somar um DÉCIMO do que eu sofri!
Do quanto eu sofri! ♪
Me vinguei dele quando terminamos. Criei maneiras de fazê-lo criar esperanças que íamos reatar, quando ele tentava recomeçar a amar, eu destruía tudo e depois o mandava passear. Não sei se doeu tanto quanto eu imagino, nele. Espero que sim. Mas nunca foi o suficiente. Nunca será suficiente, não importa o quanto eu pise nele.
Eu pude ver, o sol desaparecer
Do seu rosto, dos seus olhos, da sua vida ... ♪
Mas já o odiei muito mais. Já o amaldiçoei intimamente muitas e muitas vezes. Ele me trata como amiga agora, e eu, louca que sou, correspondo. Mas é esse o meu maior desejo. Que ele se desculpe e me liberte desse rancor. É só disso que eu preciso.


É tão NOJENTO dividir qualquer tipo de relação, com uma pessoa que te faz mal e pisa na sua moral.
É NOJENTO transar por obrigação.
A pior coisa que um homem faz é reclamar "já fazem Y dias que a gente não transa".
E a pior coisa que uma mulher faz é "Ta bom!! Vou transar com ele hoje só pra ele CALAR A BOCA!" eu passei praticamente 3 anos inteiros nessa brincadeira estúpida. Tudo bem, eu era uma criança que pensava que sabia o que estava fazendo, mas foi burrada da mesma forma.
Vocês não sabem o desgaste emocional que eu adquiri por isso até hoje.
No começo me incomodava, mas quando acabava eu nem pensava mais no que tinha acontecido, era um incômodo momentâneo. Depois, me tornei fria. Eu transava com ele quando estava sem vontade, fingia um orgasmo, e me achava FODA por saber fingir tão bem. E na última etapa, comecei a me sentir um lixo por ter tão pouco amor a mim mesma a ponto de usar meu corpo assim para a satisfação dele como se eu fosse um objeto. Será que ele sabia dessas coisas? Acho que eu nunca falei ... Jamais teria maturidade pra falar dessas coisas pra ele. E a minha frieza já virou ótima desculpa pra ele espalhar pros amigos PORQUÊ ele me traía tanto.
Na última etapa, eu senti tanto remorço, me senti tão mal, que aos poucos, eu sentia vontade de chorar toda vez que ia pra cama com ele. Mas vontade de chorar mesmo, aos soluços. Engolia o choro as vezes, outras vezes chorava do nada e ele não entendia. Outras vezes chorava sozinha, e nem eu mesma entendia por que chorava sempre. Achava normal, sempre me achei de um fundo meio depressivo mesmo.
O reflexo disso hoje em dia, é que quando saio com "ficantes" se rolar um clima e acabarmos transando, as vezes volto atrás, pois tenho o mesmo sentimento de culpa e obrigação que eu sentia com o Felippe. Se eu não voltar atrás, acabo chorando aos soluços na frente do rapaz. Que lindo. --' (não me lembro de ter acontecido isso do choro com muitos outros namorados, só com o Felippe e alguns ficantes ....)

Que foda, terminei esse post com o coração disparado. Não sei se fui bem clara, talvez falte alguma coisa. Mas eu acrescento no decorrer. Eu nunca tive coragem nem muito entendimento do que sentia pra expor isso que estou expondo agora. Só depois de ter assumido isso pro Guto, e logo depois pra Mell, é que pude finalmente por isso aqui em palavras no blog.
Íntimo não?

14 comentários:

  1. Traumas e decepções, todo mundo tem, acredite. Deixa essa história para trás, você não precisa que ele se desculpe. Quer vingança? seja feliz .. nada melhor do que rir na frente de alguém que um dia já quis nossas lágrimas, bola pra frente garota!

    ResponderExcluir
  2. Crescemos e amadurecemos com as coisas da vida, decisoes nossas podemos usar para melhorar ou n termos sabedoria o suficiente por falta de idade e deixar isso traçar nossos caminhos mais eu sei que você esta se tornando uma mulher incrivel e sei que vai superar tudo isso beeijos amiga!

    ResponderExcluir
  3. Oun minhas lindonas ;3
    Eu já tentei passar pra trás, aliás, eu já cheguei até a pensar que tinha deixado isso pra trás, mas quando vou ver, os mesmos fantasmas me perseguem. Mas não pensem que eu não tento, eu sempre tento me livrar disso. Só apenas cheguei a essa conclusão, de que apesar de eu ter que aceitar que ele NUNCA vai se desculpar, era o que eu queria.

    Mas vamos ver no que dá né? ^^
    bjs s2'

    ResponderExcluir
  4. KSAOPSKAPOSKAS falar, deixa isso para trás e vai ser feliz é fácil, mas quero ver quando é nosso rabo que acontece se a felicidade vem fácil assim, rs. não estou sendo depressiva, mas eu já fui enganada muitas vezes, e vc sempre acha que superou, mas só quando vc encontra alguém realmente mais especial que o indivídou é que vc consegue achar graça de ter sido tão boba, o problema é se esse "novo cara" não chegar, aí ferrou, vc gosta realmente do cavageste, e se já não é fácil confiar em outra pessoa, imagine confiar na mesma pessoa? só o tempo pra nos dizer o que realmente aconteceu, e se isso vai nos afetar tanto, por tanto tempo

    ResponderExcluir
  5. desculpem os erros de gramática; e a conclusão? façam tudo por seu prazer, não confie nem em sua sombra, e se ache o máx, ninguém merece seu choro(sincero).

    ResponderExcluir
  6. SKAOSAKOSOAKSKOA Caraca Paulinho, vi o seu riso, já logo pensei que ia fazer pouco caso D:
    kkkkkkk

    É foda, não é errado as pessoas nos apoiarem a esquecermos, pois é realmente o melhor que fazemos. O difícil é a prática né. Só quem passa realmente por tal problema sabe o quanto é difícil (ou impossível).
    GRAÇAS A DEUS, de minha parte, não amo porra de cafageste nenhum '-'. Mas de que adianta, se não consigo deixar a mágoa de lado?! (Se bem que prefiro sentir ódio do que um amor rejeitado ou qualquer coisa do gênero. Posso conviver com o ódio sem cortar os pulsos, já o amor .................)
    Já sobre a conclusão Paulinha, eu estava seguindo essa mesma linha de raciocínio, e na verdade, ainda sigo.... Mas poxa, isso é só outra forma de se defender do mundo. A questão agora é "terei que me defender pra sempre?" Quando vou poder parar de usar essa carapaça resistente para não me ferir? Quando poderei confiar sem pensar apenas em mim? Eu sei que ninguém merece meu choro (assim como não merece o de vocês, minhas amoras *--*), mas ... É foda. E como saberei quem diabos é o ser humano correto que posso confiar? OKSAKOSAKOASKO

    Só quebrando a cara, fudeu ♪
    KOASOKASOK fudeu meninas, fudeu.

    ResponderExcluir
  7. Meeeu demais parabéns,e taca o foda-se pra ele

    ResponderExcluir
  8. Nosso ex namorado's são um's cuzão ♪

    ResponderExcluir
  9. Bem intímo, vamos torce para que Duas pessoas não leiam, " minha gloriosa " e o tal rapaz, felipe, você chegou a compartilhar parte dessa história comigo, mas não sabia que era tão complexa, um conselho, e acho que posso te dar... Fale tudo isso pra ele, vamos ver o que ele diz, e depois, relate pra " NOIX " ...

    ResponderExcluir
  10. Boa idéia Pedro '-'
    É meio complicadinho conversar sobre o que se passou com a gente (eu e ele) com o Felippe, porque ele é do tipo que nega tudo até a morte. Mas não é impossível. Sempre me faltam palavras com ele também, mas sério, acho que vou tentar MESMO. Isso é muito interessante '-'

    Ai céus, boa sorte pra mim.

    ResponderExcluir
  11. Tipo o pasado e uma parte de vc, ki por mais ki doa, agora vaidoer muinto mais si vc nao deijalo pra tras, nao eskesa ok te fiserao de mao, nao perdoe, nao se vingue, nao esiste uma solusao legal ma vc pode faser, toda esa dor virar forsa para continuar, y superar o trauma cuando vc encontra alguen ki vala a pena y ki vai te amar de verda

    ResponderExcluir
  12. Olá eu também estou com um problema comigo não queria fazer mas ele me abrigou e eu fiquei sem saber o que fazer. Eu tenho um problema quando eu tinha uns 13 anos levei no meu cu de um amigo meu mais velho e fiquei gostando fiz com ele todos os dias durante 35 anos e já não Fasso isso à 10 anos hoje tenho 43 anos gosou dentro de mim todas as vez e na minha boca. Era bom gostava muito se ra que fiquei bem arrombado.

    ResponderExcluir